O SINDEPOR gostaria de informar todos os enfermeiros que foi contatado pela televisão italiana Rai1 no âmbito de um programa de televisão a ser transmitido antes das eleições europeias, para que um dos seus dirigentes abrisse as portas de sua casa e falasse um pouco sobre o problema dos enfermeiros e da enfermagem em Portugal, das suas reivindicações e lutas que tiveram lugar na greve cirúrgica 1 e greve cirúrgica 2. O nosso colega e dirigente, Presidente da Regional Sul, Luís Mós teve oportunidade nesta entrevista longa em ambiente informal, de mostrar à Europa os problemas que a nossa classe atravessa há muitos anos desde a carreira de 2009, aos anos da troika, ao muito que falta alcançar para que nos sintamos verdadeiramente bem tratados pelos nossos governantes.

Este programa, está em fase de produção, passando por 27 países europeus e será transmitido posteriormente. Oportunamente serão informados da emissão do mesmo.

O nosso agradecimento à RAI1 por ter escolhido a Enfermagem como tema de interesse no que concerne ao nosso país. A Europa está atenta e isso embora não nos dê ganhos imediatos no alcance das nossas justas reivindicações, ajuda a que a verdade sobre os reais motivos da nossa luta sem demagogia, sem filtros, sem manipulações, possam chegar mais longe, com as vantagens que possam advir desse alcance.

Mudar é preciso! Pretendemos isso mesmo.

Contamos com TODOS os colegas dispostos a continuar um caminho há pouco iniciado por nós, mas com muitos anos de falta de soluções.